In Blog, Proteção de Dados e Privacidade

Ferramentas de automação, informações digitalizadas, dados computacionais, robôs autônomos – tudo isso já faz parte da atual sociedade 4.0.

Diante dessa nova era e com a entrada em vigor da LGPD, como fica a questão da segurança de dados? Como os sistemas de automação, a manipulação de dados e as informações digitais são impactados pela nova lei?

É sobre isso que vamos falar neste artigo. A seguir, vamos explicar as regras da LGPD quanto à coleta de dados e qual seu impacto no uso de ferramentas de automação. Continue a leitura!

LGPD e coleta de dados

Como você já deve saber, o grande objetivo da LGPD é regular a coleta, o armazenamento e o tratamento de dados pessoais, a fim de proteger a liberdade e a privacidade das pessoas.

A lei parte do princípio de que as pessoas são donas de suas próprias informações. Por isso, elas passam a ter mais autonomia sobre o uso de seus dados e mais direitos como, por exemplo:

  • Livre acesso à forma de tratamento desses dados;
  • Garantia de transparência de informações sobre como os dados estão sendo utilizados;
  • Solicitação de anonimização, bloqueio ou eliminação dos dados;
  • Solicitação de portabilidade de dados para outro fornecedor;
  • Possibilidade de consentimento ou não e informações sobre as consequências de tal ato;
  • Possibilidade de revogação do consentimento de maneira fácil e gratuita.

Inclusive, o principal requisito para a coleta e o tratamento de dados pessoais estabelecido pela LGPD é o fornecimento explícito de consentimento pelo titular. Além disso, é necessário que o uso desses dados tenha uma finalidade específica e legítima.

Portanto, quando falamos em ferramentas de automação, é preciso estar atento ao uso responsável sobre os dados coletados e trafegados na empresa. Estratégias de marketing, por exemplo, ao captar dados de clientes e de usuários de sites, precisam adaptar as ferramentas para garantir os requisitos exigidos pela nova lei.

LGPD automação

LGPD e ferramentas de automação

E-mail marketing, análise e gerenciamento de leads, campanhas automatizadas, pesquisas de mercado, sistemas de gestão – esses são alguns exemplos de ferramentas de automação que podem ser impactadas pela LGPD, já que a coleta de dados pessoais está diretamente envolvida.

Com a nova lei, as empresas precisarão utilizar métodos mais claros e transparentes para captar leads e clientes e, portanto, para coletar dados. Ou seja, novas táticas e estratégicas precisarão ser desenvolvidas para que as ferramentas de automação sejam adaptadas à LGPD.

Quer saber algumas formas de fazer isso? Veja a seguir!

1. Peça o consentimento na captação de leads

Em primeiro lugar, garanta o consentimento do titular dos dados na hora da captação de leads. Formulários e landing pages, por exemplo, devem vir acompanhados de uma opção para consentimento para o acesso aos dados.

2. Informe sobre o uso de cookies em seu site

Se você utiliza ferramentas de automação que monitoram os dados dos usuários que navegam em seu site, seja claro e transparente sobre esse uso. Notifique o usuário sobre o uso de cookies, mostre como os dados são monitorados e peça o consentimento dele.

3. Reprograme os disparos de e-mail

Nas ferramentas de automação de e-mail marketing, atualize suas estratégias para disparar e-mails apenas para os clientes que deram expressamente o consentimento de utilização de seus dados para esse fim.

Apenas com esses exemplos, você deve ter percebido que é possível readequar as ferramentas de automação conforme os requisitos da LGPD. Lembre-se de que a coleta e o tratamento de dados devem ser transparentes, confiáveis e claros, sempre respeitando o consentimento do titular e a finalidade legítima no uso das informações.

Gostou de saber mais sobre os impactos da LGPD no uso de ferramentas de automação? Então confira outros artigos em nosso blog e mantenha-se em dia com a lei!

Se quiser saber mais sobre este tema, contate o autor ou o Dr. Cesar Peduti Filho.

If you want to learn more about this topic, contact the author or the managing partner, Dr. Cesar Peduti Filho.

Artigos Recentes
Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.